LNT: como ele auxilia no T&D

Para identificar a necessidade de treinamento e desenvolvimento (T&D) em sua empresa, temos LNT (levantamento de necessidades de treinamento). Vamos entender mais sobre essa prática tão importante para educação corporativa?

LNT

O LNT é o processo feito para identificar quais são os gargalos, lacunas, dificuldades e oportunidades de crescimento da equipe. Basicamente é a identificação da diferença entre o que o colaborador deveria saber e fazer para o que ele realmente faz em sua rotina. Também é possível identificar quais são as carências de conhecimento ou habilidades no atual desempenho do profissional.

Com o LNT a empresa consegue identificar essas falhas e traçar estratégias que melhorem a performance do colaborador. Não é de muita valia aplicar treinamentos diversos, onde pode não ser proveitoso para determinado profissional. A gestão do conhecimento auxilia nessa parte. Ela ajuda a tomar decisões sobre as melhores maneiras de abordar as lacunas de conhecimento de cada colaborador.

É bastante proveitoso se realizado periodicamente, para avaliar mudança nos conhecimentos e habilidades e também na eficácia do T&D.

Entendido o conceito de LNT, vamos entender as etapas para ser bem-sucedido.

1ª etapa: identificar a necessidade do negócio para o LNT

Para que um treinamento corporativo tenha sucesso e seja proveitoso para os colaboradores, o LNT é o primeiro passo a ser seguido, afinal não adianta a empresa investir em uma boa plataforma de educação corporativa se não for feito o levantamento dos treinamentos que precisam ser realizados.

A partir daí é possível que a empresa concentre seus esforços em áreas de treinamento que realmente são necessárias. O treinamento é otimizado e permite a motivação dos colaboradores, contribuindo para o desenvolvimento profissional.

A pessoa responsável por realizar o LNT deve entender da organização como um todo. Também é necessário que tenha conhecimento das metas e prioridades da empresa e de cada setor, para que seja feito aquilo que realmente é preciso para as pessoas que realmente precisam.

2ª etapa: realizar análise de lacunas

A realização da análise das lacunas envolve a avaliação e comparação do estado atual de desempenho para o desejado. A lacuna é identificada entre o estado existente e o estado desejado.

Essa análise pode ser feita de diversas formas a partir das necessidades da organização. Algumas ferramentas utilizadas podem ser:

Entrevistas individuais

As entrevistas individuais podem ser realizadas com diversas pessoas, sendo colaboradores, supervisores, gerentes, clientes e até mesmo fornecedores externos.

Por exemplo, se houve um acidente de trabalho é importante conversar com os envolvidos, com as pessoas que testemunharam. Também é importante avaliar os colaboradores que nunca sofreram um acidente de trabalho para saber o que eles fazem de diferente.

Grupos focais

Ao contrário das entrevistas individuais, a avaliação em grupo focal questiona simultaneamente uma série de indivíduos, sendo colaboradores ou não, de uma só vez para verificar as necessidades de treinamento.

Pode ser feito em forma de brainstorm, por exemplo. Cada pessoa aponta um ou mais ideias de treinamento que julgam ser necessário. Dessa forma fica mais fácil identificar quais as áreas mais carentes de treinamento.

Pesquisas, questionários e autoavaliações

Esses pontos podem ser abordados de diversas formas, como questionários eletrônicos ou via telefone, de formato padronizado ou não e com clientes ou colaboradores.

Por exemplo, ao realizar uma pesquisa com os clientes, podem ser identificadas necessidades como melhor atendimento e a partir disso realizar um treinamento voltado para essa área.

Registro de recursos humanos

Os registros do RH podem incluir relatórios de acidentes, descrição de cargos, registros de reclamações, avaliações de desempenho, competências de trabalho, dentre diversos outros.

Por exemplo, se um determinado setor recebeu um aumento de reclamações de atendimento, será feito um treinamento com base nesse relatório expedido pelo RH.

3ª etapa: Avaliar as opções de treinamento

Ao identificar os treinamentos que serão realizados, é importante avaliar as opções para realiza-los. Por exemplo, podem ser avaliados em máxima, média ou baixa importância. Isso deve ser analisado junto às metas e prioridades da empresa.

Alguns critérios para avaliação do nível de importância podem ser:

Tempo

Um determinado treinamento pode levar muito tempo e acabar atrapalhando o rendimento da rotina de trabalho dos colaboradores. Por esse motivo é necessário avaliar se não seria melhor terceirizar o serviço para empresas ou pessoas que já tem total domínio da área.

Um caso positivo é um planejamento de sucessão. A empresa assume um compromisso a longo prazo com um colaborador para desenvolver as suas competências com o objetivo final bem esclarecido.

Conformidades legais

Verificar se o determinado treinamento é legalmente exigido com base em leis federais, estaduais ou para manter as licenças dos colaboradores atualizadas. Dessa forma, serão treinamentos de máxima prioridade.

Custo

O custo do treinamento é um ponto significativo a ser avaliado, afinal a empresa pode estar disposta a investir um valor significativo ou não. Esse cálculo é feito multiplicando o número de funcionários treinados pelo custo de treinamento.

Isso leva ao ponto seguinte.

Retorno sobre investimento

O retorno sobre o investimento é utilizado para ver quanto tempo levará para que as atividades paguem por si mesma e forneçam retorno sobre o investimento da empresa. É o cálculo que mostra o valor das despesas relacionadas ao T&D. A empresa avaliará se vale a pena ou não o treinamento naquele atual momento.

4ª etapa: relatório de necessidade de treinamentos

O relatório será montado a partir dos resultados do LNT e pode conter recomendações de orçamento dos treinamentos. É importante destacar as prioridades de treinamento e uma linha do tempo de curto e longo prazo.

Para o relatório conferir confiabilidade é necessário incluir os motivos do treinamento e como foi chegado a essa conclusão, como por exemplo os métodos utilizados, as pessoas envolvidas e as recomendações gerais do treinamento.

Conclusão

Com todas essas etapas para o T&D, sua empresa está pronta para criar um programa de educação corporativa, onde serão observados resultados extremamente notáveis e positivos. Os colaboradores exercerão melhor suas atividades e os clientes ficarão mais satisfeitos. A Plataforma EAD é a ferramenta ideal para sua empresa.

Em nossa plataforma é possível criar questionários quantitativos e qualitativos para avaliar seus colaboradores e clientes. A ferramenta conta com relatórios de análise de performance e de comparação entre usuários.

É possível identificar os gargalos da sua empresa a partir dos resultados fornecidos pela plataforma. Com isso é possível criar treinamentos específicos voltados para essas lacunas.

Além disso é possível enviar diariamente, se necessário, pílulas de conhecimento. Aulas rápidas com conhecimentos específicos, onde não é necessário que o usuário faça login.

Com todas essas funcionalidades e muito mais, fica fácil para sua empresa realizar o LNT para realizar um T&D de excelência. Entre em contato conosco e agende uma apresentação! Estamos esperando sua empresa!