Educação Corporativa: 9 dicas infalíveis para engajar os seus colaboradores

Um dos resultados mais notáveis da educação corporativa é a mudança no comportamento dos colaboradores. Mais eficientes e dispostos à atingirem os objetivos propostos, os colaboradores são encorajados a participarem dos treinamentos corporativos. Um dos principais objetivos da educação corporativa é engajar seus colaboradores.

Dessa forma, a educação corporativa a distância vem crescendo cada vez mais e a partir daí é preciso ter soluções e técnicas de engajamento. Como o ensino a distância é muito autônomo, é importante que o aluno seja constantemente motivado para que se sinta interessado tanto pelo conteúdo aplicado, como pelos processos de aprendizagem estabelecidos no curso.

Portanto, é extremamente importante investir em estratégias para que seus colaboradores se mantenham conectados e interessados pelo conteúdo.

Separamos para você 9 dicas infalíveis para engajar seus colaboradores! Confira:

  1. Estabeleça as expectativas;

    A primeira impressão é a que fica. Dessa forma, a socialização do novo colaborador deve ser um hábito para mostrar que a sua empresa valoriza a aprendizagem.

    O onboarding e a formação funcional devem ser exemplares. Assim, o colaborador sentirá o real benefício da capacitação.

    Desde o início é importante estabelecer as expectativas em relação ao resultado a ser alcançado. Isso pode ser feito por meios de trilhas de aprendizagem e suporte para o desenvolvimento contínuo do profissional.

  2. Prepare um material relevante e interessante;

    Para isso, deve ser feito um estudo do seu público. Entender quais suas necessidades, interesses, pontos a serem desenvolvidos, e, principalmente, entender seu nível educacional. Repassar conhecimentos muito abaixo ou muito acima do nível do seu público é um dos erros mais prejudiciais ao engajamento dos seus alunos.

    Para o sucesso da educação corporativa, é preciso garantir que seus materiais sejam relevantes e que irão acrescentar ao trabalho ou até mesmo à vida pessoal do seu colaborador.

    Outra coisa importante ao preparar seu material, é entender que ele não é imutável. Com a constante evolução, é preciso que seu conteúdo se mantenha sempre atualizado e coerente.

  3. Implante a gamificação;

    Como já explicamos nesse artigo, a gamificação traz diversos benefícios para seus colaboradores. Além de ser um fator de diversão, aumenta o nível de engajamento dos participantes, pois foca em feedbacks mais rápidos, dinamicidade, competitividade e distribuição de recompensas.

    Oferecendo aos colaboradores incentivos para que estudem mais, o retorno será positivo sobre o que estão apendendo e sobre as habilidades que estão desenvolvendo.

    Não é preciso um investimento alto. Os prêmios podem ser, por exemplo, uma consultoria com um determinado profissional da área, conteúdo especial para quem atingir determinada pontuação, pontos que podem ser trocados por brindes, posto de “funcionário mais engajado”, com direito a brinde e placa especial, dentre diversas outros prêmios.

    Citamos algumas das formas de aplicar a gamificação para engajar seus colaboradores. Agora confira nesse artigo como implementar a gamificação na sua empresa.

  4. Incentive a colaboração e o trabalho em equipe;

    Para uma empresa funcionar de forma exemplar, é preciso que todos os setores e departamentos trabalhem em equipe. Com o trabalho em conjunto e sincronizado, a empresa ganha muito em eficiência e tem mais lucros, tanto financeiros, como culturais e de clima organizacional.

    Essa cultura de colaboração pode ser desenvolvida por meio de atividades e treinamentos. Ao incentivar o trabalho em equipe, o curso irá engajar seus colaboradores e prepará-los para o bom funcionamento da empresa no geral.

    As atividades propostas com essa finalidade podem envolver pessoas de hierarquias e setores diferentes, assim, os colaboradores participantes serão mais motivados com a troca de informações e experiências.

  5. Invista em interatividade;

    O seu curso ou treinamento, quando tratado de forma unidirecional, não atinge todos os objetivos propostos a princípio. O aluno precisa não apenas receber informações, sem ter como interagir com o conteúdo, com os professores e com outros colegas. Isso fará com que as pessoas sintam que o material é cansativo, de difícil compreensão e em um beco sem saída.

    Por isso é importante investir em interatividade em diversos níveis, para que os alunos se mantenham engajados e interessados no conteúdo. Investir em ferramentas de criação de materiais animados, vídeos, fóruns de discussão, chats, podcasts, e-books e quizzes garantirão o sucesso do seu curso!

  6. Campanha multi device;

    Ao longo do curso, faça campanhas de multi device. O que isso quer dizer? Incentive que os seus alunos usem os próprios dispositivos, com os quais já têm familiaridade e proporcione flexibilidade a eles.

    Isso tira a obrigatoriedade de estudar sempre no mesmo dia e horário, onde as aulas são encaradas como obrigação. Deve ser desenvolvido por livre e espontânea vontade. Os colaboradores poderão realizar as atividades e aulas de casa, onde não precisarão tomar tempo de trabalho.

  7. Integração com SSO

    Uma das maiores frustações que desmotivam o colaborador é em relação ao login. Isso mesmo que você leu. Geralmente, em uma empresa, são utilizadas várias ferramentas e plataformas para desempenhar o trabalho. Em regra, essas aplicações pedem login e senha, cada um com sua especificação, como por exemplo senha com no mínimo 8 dígitos, 1 caractere especial, pelo menos uma letra maiúscula e etc.. Se cada plataforma exigir uma senha diferente, fica quase impossível memorizar todas.

    O SSO permite que os aplicativos usem a mesma senha para todos os acessos, de forma segura e transparente. Ou seja, com o SSO, o colaborador digita apenas uma vez a senha, e, ao abrir os demais aplicativos, não terão que digitar novamente.

    Além de facilitar a rotina, evita perda de tempo desnecessária e melhora a experiência do usuário (UX). Isso melhora, inclusive, as questões de segurança da empresa, já que com várias senhas, os colaboradores colocam uma senha simples e armazém de forma insegura.

    E isso funciona tanto para aplicativos que estão dentro da empresa quanto para aplicativos que estão na nuvem.

  8. Trilhas de aprendizagem com datas específicas;

    As trilhas de aprendizagem são uma ótima forma de engajar seus colaboradores! Ela é formada por um conjunto de atividades em sequência. O gestor cria a sequência das atividades que deve conter todos os requisitos necessários para que o colaborador se desenvolva de acordo com a sua área de atuação. A trilha de aprendizagem vai além da aquisição de conhecimento, mas diz respeito também do pré e pós aprendizado.

    Para engajar ainda mais seus colaboradores, coloque data de início e fim na trilha. Quando restringido o tempo, o colaborador não deixará para fazer de última hora e, se for gamificado, ele não perderá essa oportunidade de forma alguma!

  9. Aula transparente.

    Finalmente chegamos no momento mais esperado: a aula transparente. Já ouviu dizer?

    Um link com um identificador de cada colaborador é gerado na plataforma. Ao acessar esse link, não é preciso fazer login, já que ele tem um identificador único. Mesmo sem esse acesso direto, a empresa poderá mensurar os resultados de alcance, pois as visualizações de cada colaborador são computadas normalmente.

    Supondo que a empresa faça um minicurso, o colaborador terá feito ele todo sem perceber, já que os vídeos podem ser enviados de forma despretensiosa em um determinado período. Dessa forma, as pílulas de conhecimento são repassadas sem “obrigatoriedade”, tornando a experiência mais fluida. Além de tudo isso, o link pode ser enviado por e-mail, whatsapp e telegram, por exemplo.

    Ao final do vídeo, é possível agregar um questionário, ou até mesmo uma pesquisa de clima organizacional, no caso do RH.

    Com esses resultados é possível fazer campanhas de engajamento. Os colaboradores que mais acessam e participam, são os mais motivados. Estão interessados em aprender mais sobre as demandas e até mesmo sobre a empresa.

    Essa mensuração é importantíssima à nível de gestão da empresa. Será percebido quais colaboradores estão empenhados, e, para os que não, poderão ser feitas outras ações, como treinamentos, cursos, reciclagens, a fim de resgatar esse sentimento dentro do colaborador.

Conclusão

Entendeu como não é complicado engajar e motivar seus colaboradores com a educação corporativa a distância? Aplicando essas 9 dicas de acordo com as necessidades da sua empresa, você terá sucesso no EAD Corporativo e estimulará o crescimento dos seus colaboradores e da sua empresa.

E usar a plataforma ideal para isso é o caminho! Na Plataforma EAD da Estado Virtual é possível divulgar seu curso, realizar webconferências, aplicar provas, testes e simulados aos colaboradores, além de ser 100% responsiva e personalizável. Contamos com todas as funcionalidades citadas nesse artigo! Nós somos a única plataforma com a aula transparente! Venha conhecer!