Gamificação: 5 habilidades que são desenvolvidas

Você conhece o que é a Gamificação? Se chegou até aqui, certamente o nome lhe despertou interesse. A gamificação é uma estratégia de interação a partir de games, daí vem o nome. O assunto é cada vez mais presente no mundo corporativo e visa engajar e motivar os colaboradores, além de desenvolver habilidades essenciais para as rotinas empresariais.

Assim como em jogos, quanto mais recompensas o jogador tem, mais ele se empenha para avançar as fases e finalmente ganhar o jogo. Essa prática pode ser aplicada tanto internamente, para os colaboradores, quanto externamente, para os clientes, porém cada um de uma forma.

Então, vamos entender um pouco mais sobre a Gamificação e sua importância?

O que é a Gamificação?

A Gamificação nas empresas é, resumidamente, a estratégia que utiliza games para alcançar resultados e objetivos, seja motivar os colaboradores ou gerar mais resultados com os clientes. Ao ser aplicada internamente, é necessário que tenha semelhanças com as atividades laborais. Utilizando de forma externa, pode deixar um produto ou serviço mais atraente.

Falando dos games destinados aos colaboradores, quando atingido algum objetivo, o profissional deve ser recompensado por isso. Essa estratégia visa não apenas o entretenimento e descontração, mas também consiste em uma perspectiva técnica. Como assim? O objetivo não é apenas passar as fases e chegar ao final do jogo, mas também desenvolver uma evolução no colaborador que está participando, no sentido profissional.

Além das finalidades descritas anteriormente, a gamificação possui outros objetivos, como melhorar o gerenciamento de projetos, explanar a cultura organizacional e viabilizar ações de marketing. Também pode auxiliar no processo de recrutamento da empresa, tornando-o mais dinâmico.

Agora que já entendemos o conceito, vamos ver quais as principais habilidades os games provocam dentro da empresa?

5 habilidades desenvolvidas pela Gamificação

Essa estratégia gera engajamento e motivação entre os colaboradores e clientes. Mas quais habilidades são desenvolvidas no decorrer do processo?:

  • Engajamento e motivação;

    Um fator que leva a empresa a ter baixa produtividade é a desmotivação dos colaboradores. Além de eles estarem insatisfeitos, a empresa também perde, pois não aproveita o máximo de cada funcionário. Por esse motivo a gamificação transforma esse cenário. O colaborador se sente engajado e motivado ao ter metas a serem cumpridas, mesmo que de forma descontraída. Após o cumprimento dessas metas, vêm a sensação de realização. Também é possível que o colaborador tenha uma visão mais ampla do seu futuro profissional dentro da empresa, onde, almejando o sucesso, ele estará fielmente comprometido a dar o seu melhor.

  • Determinação e persistência;

    A proposta de ter um jogo com fases a serem vencidas e uma recompensa no final, atiça a determinação e persistência dos colaboradores. Geralmente são estimulados a realizar as atividades de formas variadas, para alcançar o melhor objetivo e passar para próxima fase ou atingir o objetivo final.

  • Colaboração;

    A colaboração da equipe é motivada para que o resultado seja alcançado de forma mais rápida e eficaz. Os games que propõem a interação de equipes para que o jogo prossiga, gera maior colaboração e união entre os participantes. Dessa forma, a equipe alinhada e próxima traz para a empresa importantes diferenciais competitivos.

  • Foco;

    Toda tarefa designada exige certa concentração, independentemente do nível de dificuldade. Com os games também funcionam assim. Colaboradores que se envolvem e se dedicam para determinada atividade, obtém melhores resultados em relação à concentração e foco. Eles ficam mais dedicados e interessados nas suas atividades rotineiras.

  • Evolução.

    Os games também proporcionam aos colaboradores a possibilidade de autoavaliação e provoca uma evolução. As lições de aprendizagem corporativa levam os colaboradores a pensarem no que estão fazendo de forma incorreta dentro do jogo e até mesmo da empresa e como podem corrigir suas ações. Dessa forma, a autoavaliação faz com que o colaborador se desenvolva e evolua.

Todas essas habilidades podem ser desenvolvidas com a gamificação, um atrativo e tanto para sua empresa, né? Antes de ver como implantá-la na sua empresa, vamos entender o que precisa ser considerado primeiramente.

Considerações para implantação

Com tudo que foi passado nesse texto, você já deve ter percebido que a gamificação é uma estratégia fundamental para a motivação e engajamento dos colaboradores, porém existem uma série de considerações a serem feitas antes da implantação.

Vamos conferir algumas delas?

Cultura organizacional

É de extrema importância manter as estratégias da gamificação alinhadas com os objetivos e com a cultura organizacional da empresa. Dessa forma, não é indicado fugir dos valores e cultura da empresa, visto que pode influenciar a visão que os colaboradores têm da companhia.

Objetivos da estratégia

É necessário identificar as questões que precisam ser trabalhadas e aprimoradas com a gamificação, para, dessa forma, confirmar as ações a serem tomadas.  Devem ser identificados objetivos para a metodologia ser implantada, para assim, elaborar o melhor game para cada interesse da empresa, trazendo melhores resultados.

Experiência

Antes de realizar a implantação na sua empresa, é interessante que a gamificação seja aplicada à um grupo pequeno de colaboradores. Deve ser apresentado o game, explicando as regras e os objetivos traçados. Ao final, solicite um feedback para os colaboradores, assim você terá noção impacto na equipe e se precisa ou não ajustar algum item do game.

Depois de todas essas considerações feitas, hora de botar a mão na massa! Acesse esse link e venha conferir como implantar a Gamificação na sua empresa!